Coluna Dicas de livros & outros mais

O Portal Firminas mostra nesta coluna sugestões de livros, filmes, podcasts e o que mais de legal vier passear em nossos caminhos. Trazemos aqui resenhas e resumos para deixar você por dentro de tantas histórias interessantes. Por meio do nosso e-mail [email protected] você também pode contribuir, enviando indicações do que viu por aí e gostou. Vamos adorar saber o que você anda escolhendo como entretenimento em tempos de pandemia, quando procurar onde desopilar se transformou em essencial.

Livros

– Lançamento bacanudo:

Meu corpo ainda quente – Sheyla Smanioto – O Portal Firminas recebeu um lançamento prá lá de bacana. A embalagem descolada da Editora Nós – o saquinho preto de tecido – nos trouxe a agradável surpresa dessa autora premiada, a Sheyla Smanioto, em mais uma de suas escritas tão necessárias – Meu corpo ainda quente, que foi contemplado com o projeto de incentivo Rumos, do Itaú Cultural.

O livro de 113 páginas mostra uma mulher que vive em um corpo emprestado e precisa escolher entre aceitar esse destino – que é o de todas as mulheres da cidade onde nasceu e mora – ou ir atrás do próprio corpo e retomá-lo para si. Uma história repleta de subjetividades femininas e feministas, o que combina tão bem com o Portal Firminas.

Sheyla Smanioto

As páginas de Meu corpo ainda quente trazem dores e questionamentos do ser mulher. Na cidade fictícia de nome “Vermelha”, que funciona como local de desova da ditadura militar, as mulheres não são donas do próprio corpo. E é lá que a jovem Jô empreende uma jornada de busca pela história da mãe, das suas ancestrais, do significado da morte para todas as mulheres e do próprio corpo. Para ser lido em um só fôlego, com toda tensão, fúria, medo, afeto e paixão, exatamente como é constituído o corpo de uma mulher.

No contexto pandêmico atual, os casos de violência contra a mulher durante o isolamento social confirmam um fato grave: grande parte dos algozes dorme na mesma cama que suas vítimas. E eles agem como algozes porque acreditam ter o controle do corpo das esposas, companheiras e namoradas. Essa é uma das dores vividas pelas mulheres que inspira o livro Meu corpo ainda quente. A autora revela: “é a parte dessa violência que veio morar dentro da gente, até o ponto de sentirmos que é isso que merecemos: dor e sofrimento”.

Sheyla Smanioto, 30,é graduada em Estudos Literários pela Unicamp, onde fez mestrado em Teoria Literária. Évencedora do Prêmio Sesc de Literatura, do Prêmio Machado de Assis da Biblioteca Nacional com seu primeiro romance “Desterro”. finalista do Prêmio São Paulo de Literatura e 3º lugar no Jabuti, além de integrar a lista Under 30 da Forbes. Encontrou na escrita uma forma de se conectar com o próprio corpo, de buscar o prazer e de contar uma outra história sobre o corpo da mulher.

A Editora Nós foi criada pela jornalista e escritora Simone Paulino, e é conhecida por seus projetos literários inovadores. Nas publicações da Nós se destacam a qualidade editorial e gráfica, e por sua missão de interferir na formação cultural dos leitores e na sociedade. Acaba de abrir seu primeiro escritório fora do Brasil, em Portugal.

O Portal Firminas agradece esse presente tão importante para nós mulheres na formação constante da consciência do que é o ser feminino.

– Lançamento com cara de clássico:

Clássicas do pensamento social: mulheres e feminismos no século XIX Verônica Toste Daflon (Organização e comentários) – Harriet Martineau, Anna Julia Cooper, Pandita Ramabai Sarasvati, Charlotte Perkins Gilman, Olive Schreiner, Alexandra Kollontai, Ercília Nogueira Cobra e Alfonsina Storni não são muito divulgadas no Brasil. Viveram entre o final do século XIX e o início do século XX e são vozes dos ideais das mulheres revolucionárias que lutaram por cidadania e que foram precursoras das sufragistas.

– Quase um lançamento:

Samantha Abreu

Debaixo Das Unha’s  – Samantha Abreu. Nesse seu quarto livro, a autora traz poemas e pequenas prosas. Lançado no ano passado o livro combina com a proposta artesanal da editora Olaria Cartonera. A autora, que é de Londrina (PR), traz nessa sua obra o poético subjetivo que mostra as dores e as angústias presentes na vida das mulheres que sempre a inspiraram, como a poeta gaúcha Marceli Becker e mulheres simples como sua mãe e as suas avós.

Filmes

– Se você não pode ir até a telona para assistir aos filmes-lançamentos indicados ao Oscar, essas preciosidades vão até você por diversas plataformas e streaming. O Portal Firminas informa a lista dos indicados que já podem ser assistidos em casa. Confira:

Três dos indicados ao Oscar 2021
  • Melhor Filme

Meu Pai (YouTube Movies, Now, Google Play, Apple TV+)

O Som do Silêncio (Amazon Prime)

Os 7 de Chicago (Netflix)

  • Melhor Filme e Melhor Direção

David Fincher – Mank (Netfix)

  • Melhor Ator

Riz Ahmed – O Som do Silêncio (Amazon Prime)

Chadwick Boseman – A Voz Suprema do Blues (Netfix)

Anthony Hopkins – Meu Pai (YouTube Movies, Now, Google Play, Apple TV+)

Gary Oldman – Mank (Netflix)

  • Melhor Atriz

Viola Davis – A Voz Suprema do Blues (Netflix)

Vanessa Kirby – Pieces of a Woman (Netflix)

  • Melhor Ator Coadjuvante

Sacha Baron Cohen – Os 7 de Chicago (Netflix)

Leslie Odom Jr. – Uma Noite em Miami (Amazon Prime)

Paul Raci – O Som do Silêncio (Amazon Prime)

Cena de “Mank”, disponível na Netflix
  • Melhor Atriz Coadjuvante

Maria Bakalova – Borat: Fita de Cinema Seguinte (Amazon Prime)

Glenn Close – Era uma Vez um Sonho (Netflix)

Olivia Colman – Meu Pai (YouTube Movies, Now, Google Play, Apple TV+)

Amanda Seyfried – Mank (Netfix)

  • Melhor Roteiro Adaptado

Borat: Fita de Cinema Seguinte (Amazon Prime)

Meu Pai (YouTube Movies, Now, Google Play, Apple TV+)

Uma Noite em Miami (Amazon Prime)

O Tigre Branco (Netflix)

  • Melhor Roteiro Original

O Som do Silêncio (Amazon Prime)

Os 7 de Chicago (Netflix)

  • Melhor Animação

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica (Disney+)

A Caminho da Lua (Netflix)

Shaun, o Carneiro, o Filme: A Fazenda Contra-Ataca (Netflix)

Soul (Disney+)

Wolfwalkers (Apple TV+)

  • Melhor Curta De Animação

If Anything Happens I Love You (Netflix)

  • Melhor Documentário

Crip Camp: Revolução pela Inclusão (Netflix)

The Mole Agent (Globo Play)

Professor Polvo (Netflix)

Time (Netflix)

  • Melhor documentário de curta-metragem

A Love Song for Latasha (Netflix)

  • Melhor fotografia

Mank (Netfix)

Relatos do Mundo (Netflix)

Os 7 de Chicago (Netflix)

  • Melhor Montagem

Meu Pai (YouTube Movies, Now, Google Play, Apple TV+)

O Som do Silêncio (Amazon Prime)

Os 7 de Chicago (Netflix)

  • Melhores Efeitos Visuais

Love and Monsters (Netflix)

Mulan (Disney+)

O Grande Ivan (Disney+)

Tenet (YouTube Movies)

As famosas estatuetas
  • Melhor Trilha Sonora Original

Terence Blanchard – Destacamento Blood (Netflix)

Trent Reznor e Atticus Ross – Mank (Netfix)

James Newton Howard – Relatos do Mundo (Netflix)

Trent Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste – Soul (Disney+)

  • Melhor Canção Original

“Hear my Voice” – Os 7 de Chicago (Netflix)

“Husavik” – Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars (Netflix)

“Io Sí” – Rosa e Momo (Netflix)

“Speak Now” – Uma Noite em Miami (Amazon Prime)

  • Melhor Som

Greyhound (Apple TV+)

Mank (Netfix)

Relatos do Mundo (Netflix)

Soul (Disney+)

O Som do Silêncio (Amazon Prime)

  • Melhor Figurino

Emma – Alexandra Byrne (TeleCine)

A Voz Suprema do Blues – Ann Roth (Netflix)

Mank – Trish Summerville (Netfix)

Mulan – Bina Daigeler (Disney+)

  • Melhor Cabelo e Maquiagem

Emma (YouTube Movies)

Era uma Vez um Sonho (Netflix)

A Voz Suprema do Blues (Netflix)

Mank (Netfix)

  • Melhor Design De Produção

Meu Pai (YouTube Movies, Now, Google Play, Apple TV+)

A Voz Suprema do Blues (Netflix)

Mank (Netfix)

Relatos do Mundo (Netflix)

Tenet (YouTube Movies)

 Contribuiu a firmina/jornalista Elisabete Dieguez Bravo.

OBS: Nessa lista constam apenas os filmes indicados ao Oscar que estão disponíveis para serem vistos na telinha. Cada categoria possui outros filmes concorrendo.

Leia ainda:

Dicas de livros & outros mais